Grupo une a arte do crochê ao yoga em oficinas gratuitas em Teresina

By 11:39:00 ,


Grupo une a arte do crochê ao yoga em oficinas gratuitas em Teresina


Produtora cultural Lise Mariane teve a ideia de ensinar a arte do crochê. 
Encontros acontecem em espaços públicos e são voltados à comunidade



Oficina realizada na cidade de Parnaíba, Litoral do Piauí (Foto: Janaína Leocadio/Arquivo Pessoal)
Oficina realizada na cidade de Parnaíba, Litoral do Piauí (Foto: Janaína Leocadio/Arquivo Pessoal)



Namastê! O cumprimento típico da cultura asiática é as boas vindas para
 quem topa o desafio de fazer crochê sentado na grama da praça trocando ideias. A arte de crochetar, que surgiu ainda na pré-história, é repassada de forma gratuita no Piauí por um grupo chamado Crochê Transcedental, cuja proposta vai além da produção de peças, mas propõe uma reflexão sobre a arte e trabalha a intuição através da música e yoga.
Lise Mariane, 29 anos, produtora cultural (Foto: Janaína Leocadio/Arquivo Pessoal)Lise Mariane, 29 anos, produtora cultural
(Foto: Janaína Leocadio/Arquivo Pessoal)
Tudo começou quando a produtora cultural Lise Mariane, 29 anos, resolveu resgatar a prática com a ajuda de uma amiga e desde então não larga a agulha. Lise conta que teve a ideia de fazer as oficinas gratuitas para poder repassar o que aprendeu.

“Havia esquecido totalmente e não me achava capaz de fazer, pois exige certa coordenação motora. Ano passado, estava me sentindo deprimida e uma amiga me convidou a aprender novamente o crochê. Ela era canhota e não conseguia entender da forma que ela ensinava, então procurei os tutoriais do YouTube e comecei a fazer e nunca mais parei”, falou.

“As oficinas surgiram através da minha vontade de repassar o conhecimento, mudar a vida de outras pessoas, pois é magnífico transformar o tempo em arte, é ir contra toda lógica do sistema. Além disso, o exercício da caridade é um dever aqui na terra. Por que não dedicar um pouco do seu tempo para ajudar o outro?”, completou.

Há quase um ano em atividade, o Crochê Transcendental nasceu com a ideia não de produzir várias peças copiadas de receitas prontas em curto tempo, mas criar trabalhos autênticos. “É um trabalho de pesquisa, reflexão, maturação, isso demanda tempo. É um método que criamos e se chama ‘crochê intuição’, é o tempo transformado em arte. Não somos máquinas que apenas reproduzem em série. Somos seres humanos, é ponto por ponto, respiração por respiração. É aprender a acalmar a mente e se manter concentrado”, explicou.
Yoga acontece paralelo às oficinas do Crochê Transcendental (Foto: Lise Mariane/Arquivo Pessoal)Yoga acontece paralelo às oficinas do Crochê Transcendental (Foto: Lise Mariane/Arquivo Pessoal)
Além de reunir agulhas e linhas, o Crochê Transcendental também leva o Yoga e música aos encontros. Segundo Lise, a atividade a ajudou a mudar forma de pensar e agir e, aliado ao crochê, fez com que ela trabalhasse melhor a respiração.

“Conheci a Renata Mabel Blanche em um encontro de comunidades. Ela é professora de yoga e também é apaixonada por crochê, uma das melhores crocheteiras que conheço. Conversamos sobre nos unir e trabalhar nosso corpo, mente e espírito. Tivemos o primeiro encontro no Parque Potycabana e decidimos que será sempre aos sábados, não necessariamente no mesmo local”.

As oficinas de crochê acontecem às quintas-feiras a partir das 16h, em frente ao espaço Rosa dos Ventos na Universidade Federal do Piauí (UFPI) com roda de conversa e alongamento com o educador físico Viny Oliveira e aos sábados às 8h30 em locais marcados pelas redes sociais. O material ideal para aprender o crochê é a linha barroco e agulha 3,5 mm. Para a prática de yoga o ideal é ir com roupas leves, levar tapetinho ou canga.
Além de Teresina, a cidade de Parnaíba também já recebeu uma oficina do Crochê Transcendental. O encontro aconteceu no final de maio na praça do Quadrilhodrómo.
O crochê surgiu ainda na pré-história e há várias versões para sua origem  (Foto: Janaína Leocadio/Arquivo Pessoal)Crochê surgiu na pré-história e há várias versões para sua origem (Foto: Janaína Leocadio/Arquivo Pessoal)










Crochê terapia
Para Lise, o crochê funciona como terapia e são muitos os benefícios: melhora a coordenação motora, mantém a mente ativa, causa sensação de relaxamento, fora a autoestima que se eleva a cada peça finalizada.
Segundo ela, hoje o maior símbolo do Crochê Transcendental é uma flor africana, uma alusão a história do livro Haja Luz, da Grande Fraternidade Branca, na qual é estudiosa.
“Cada um na plataforma é livre para criar, fazer seus trabalhos e vender, desde que não haja competição e concorrência desleal, que são características do sistema capitalista. A oficina é gratuita, e em troca disso, peço que cada pessoa deixe uma flor a cada encontro, pois vamos fazer uma intervenção urbana com os resultados”, adiantou Lise.
Flor africana é o símbolo do Crochê Transcendental (Foto: Janaína Leocadio/Arquivo Pessoal)Flor africana é o símbolo do Crochê Transcendental (Foto: Janaína Leocadio/Arquivo Pessoal)
“No meu caso, crio algumas coisas e faço por encomenda, agora que estou completando um ano de crocheteira, estou preparando uma coleção de croppeds e biquínis com a marca do Crochê Transcendental. Parte das vendas serão revestidas nas oficinas, pois o material é comprado por mim e por meus pais que acreditam em todas as minhas empreitadas”, completou a produtora.

Qualquer pessoa interessada em aprender a crochetar pode chegar e participar das oficinas. Breve o Crochê Transcendental fará atividades somente com crianças. Toda a programação é disponibilizada pelo Instagram e Facebook.

Fonte: http://g1.globo.com/pi/piaui/noticia/2016/06/grupo-une-arte-do-croche-ao-yoga-em-oficinas-gratuitas-em-teresina.html

You Might Also Like

0 comentários